Texugo

Nome da espécie: 
Meles meles, Linnaeus, 1758
Classificação: 
Estado de conservação: 
A nível nacional e global é considerada uma espécie Pouco Preocupante (LC)
Fatores que o colocam em risco de extinção: 
Não existem. Realização de passagens alternativas para a fauna nas infra-estruturas viárias Controlo da caça furtiva (proibida no nosso país desde 1986)
Peso (kg): 
10.00
Tamanho (m): 
0.80
Revestimento: 
Pêlos
Cor: 
Tem focinho alongado e cabeça pequena relativamente ao corpo, que é robusto, arredondado e de coloração cinzenta no dorso e negra no ventre e patas. A cauda é curta, cinzenta e com a ponta branca.
Época de reprodução: 
O texugo pode reproduzir-se durante todo o ano. No entanto, acasala, sobretudo, entre Fevereiro e Abril ou entre Julho e Setembro.
Número de crias: 
A ninhada pode ter entre 1 e 5 crias (mas, geralmente, nascem 2 ou 3) e estas só saem das tocas ao fim de cerca de 8 semanas, estando dependentes da mãe até ao Outono e, por vezes, até ao primeiro Inverno.
Dieta alimentar: 
Omnívoro
Alimentos: 
Embora com dentição carnívora, é omnívoro oportunista. Alimenta-se de pêras, azeitonas, bolotas, ameixas e figos, bolbos e artrópodes (grilos,escaravelhos, larvas). De ratos e musaranhos, de anelídeos, moluscos, anfíbios, répteis e aves.
Curiosidades: 
O texugo pode viver até aos 14 anos no estado selvagem e até aos 16 em cativeiro.